Ecologistas em ação consideram o uso energético de biomassa positiva em vez da queima livre de resíduos agrícolas

biomassa de murcia

Algumas fazendas em Cieza já esmagam os restos de poda agrícola para uso em instalações específicas que aproveitam seu valor energético como alternativa à queima tradicional com gases irritantes que, especialmente nos meses de outono e inverno, invadem a atmosfera.

Esta semana, uma ciezana agrícola iniciou este sistema depois de puxar centenas de árvores que haviam atingido sua última produção. Trata-se de máquinas que vão triturando os galhos e os depositam em grandes recipientes. Eles são então transferidos para uma usina para convertê-los em biocombustíveis e energia.

Para Ecologistas em Ação, essas práticas são uma "alternativa real à queima de resíduos em fazendas". E há empresas que gerenciam esse lixo dando um bom exemplo para o restante dos empreendedores que ainda não iniciaram esse mecanismo.

Mais informação: http://www.laopiniondemurcia.es/municipios/2017/07/24/triturado-restos-poda-agricola-alternativa/847571.html