O setor petrolífero quer melhorar a recuperação energética da biomassa da oliveira

Poda de colheita de trator

Durante a reunião 4º da Federação Europeia de Azeite e biomassa de oliva destacou preocupações do setor sobre como melhorar a circular da economia sector do azeite e rendimentos elevados e difíceis ao largo da biomassa principal olival: o orujillo.

A única saída viável atualmente para a Espanha é a valorização energética da biomassa com a reconversão de usinas a carvão em usinas de biomassa e a criação de novas centrais de potência média inferior a 15 MW, distribuídas pelas áreas de produção do olival. Em ambos os casos, o uso do orujillo e a poda permanecem como a principal biomassa, além da biomassa florestal.

A estimativa de a próxima campanha é que a Espanha terá 1.500.000 toneladas, Itália 380.000 t., Portugal 150.000 t. e Grécia 300.000 t.

fonte: http://www.agroinformacion.com/preocupacion-en-el-sector-por-los-bajos-precios-del-aceite-de-orujo-de-oliva-y-la-biomasa-del-olivar/